Feministas atacam Igreja na Argentina ao pedirem legalização do aborto e da prostituição

21:28:00 0 ''



Cerca de 40 mil feministas, muitas delas de topless, reuniram-se na Argentina para pedir a legalização do aborto e da prostituição. Algumas das manifestantes atacaram uma Igreja Católica e alguns edifícios com tampões, almofadas pintadas de tinta vermelha, pedras, coquetel Molotov, latas e bolas com tinta.

No protesto, foram ouvidos gritos de "Se o Papa fosse mulher, o aborto serial legal", "morte ao Papa", "aborte um macho" e "lesbianizi-se".

A informação é do Daily Wire