MP entra com ação contra "Bloco Porão do Dops 2018"

A imagem pode conter: 1 pessoa, meme e texto

No dia 10 de fevereiro, em São Paulo, será realizado o bloco "Porão do Dops 2018". Porém, ele pode sofrer algumas sanções, já que o Ministério Público (MP) de São Paulo entrou com uma ação contra os organizadores do evento.

De acordo com o MP, a iniciativa enaltece a tortura através de homenagens a Carlos Alberto Brilhante Ustra e Sérgio Paranhos Fluery, que foram comandantes do DOI-CODI e delegado do DOPS respectivamente durante o regime militar.

Um dos organizadores do evento falou que foi chamado à delegacia para prestar esclarecimentos. Ele alegou, em sua defesa, liberdade de expressão e que outros blocos homenagearão regimes que mataram milhões de pessoas, como o Bloco Soviético da cidade de Belo Horizonte.

“Todo mundo sabe que essa movimentação do MP de SP é uma atitude política e ideológica, não jurídica”, afirmou. Ele explicou ainda que o evento vai mudar de lugar e só as pessoas inscritas saberão onde será. Acrescentou também que o evento só será cancelado se houver uma decisão judicial.

Na página do evento no Facebook, os organizadores prometem "muita cerveja, opressão, carne, opressão e marchinhas opressoras".

Uma das músicas que serão cantadas é "feminista, eu não me engano, seu pai chora no banho”.

A informação é da Gazeta do Povo
MP entra com ação contra "Bloco Porão do Dops 2018" MP entra com ação contra "Bloco Porão do Dops 2018" Reviewed by Unknown on 17:38:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

Tecnologia do Blogger.