Trump ameaça cortar ajuda de quem se opor ao reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel



Donald Trump, pela segunda vez, fez seu discurso do Estado da União na madrugada da quarta-feira.

Nele, o republicano voltou a defender a sua decisão sobre o reconhecimento de Jerusalém como a capital de Israel. Ele lembrou da votação simbólica na Assembléia das Nações Unidas sobre a decisão e ameaçou cortar a ajuda de todos os países que se oporem a medida.

Dos 128 países da Assembléia Geral da ONU que  votaram contra o reconhecimento de Jerusalém, o Afeganistão recebeu mais de 5 bilhões de dólares, em 2016; o Iraque recebeu 5 bilhões de dólares, em 2016; o Egito 1,2 bilhão de dólares; a Nigéria 18 milhões milhões de dólares e o Tajiquistão 47 milhões de dólares.

A informação é do Breitbart

0 Comentários