FAKE NEWS: imprensa erra ao ligar atirador da Flórida a supremacistas brancos



A Associated Press ajudou a alimentar uma narrativa sem fundamento na quinta-feira ao noticiar que o atirador da Flórida era membro de uma milícia de supremacistas brancos da Flórida . 

Abandonando toda a integridade jornalística, a Associated Press usou a declaração de um suposto líder da milícia da República da Flórida, Jordan Jereb, que o atirador Nikolas Cruz era parte de sua organização.

Horas depois, a polícia anunciou que não evidência alguma de que o jovem seja membro do grupo. Jereb também voltou atrás e disse o mesmo que a polícia.

O site de extrema-esquerda Southern Poverty Law Center acusou Jereb de ser alguém que gosta de "chamar atenção" por causa de outros episódios.

O alerta fica ligado muito provavelmente porque alguns jornalistas estão cheios de vontade de ligar o massacre a Donald Trump.

Veículos brasileiros como O Globo e Estadão também publicaram esse conteúdo.

A informação é do Daily Wire
FAKE NEWS: imprensa erra ao ligar atirador da Flórida a supremacistas brancos FAKE NEWS: imprensa erra ao ligar atirador da Flórida a supremacistas brancos Reviewed by Unknown on 11:09:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

Tecnologia do Blogger.