Mulher é condenada no Irã por andar com a cabeça descoberta

15:40:00 0 ''



A justiça do Irã condenou uma mulher iraniana que protestava contra o uso obrigatório do hijab a dois anos de prisão. Ela foi declarada culpada por "encorajar a corrupção" pela remoção do seu lenço na cabeça.

No dia 27 de dezembro, a Vida Movahed, uma mãe de 31 anos, foi presa pelas autoridades iranianas depois que um vídeo dela com a cabeça descoberta e segurando um hijab branco foi muito compartilhado na internet.

Desde a Revolução Islâmica de 1979, as mulheres no Irã foram forçadas a cobrir seus cabelos. Caso contrário, pagariam multas ou seriam presas. No entanto, no dia 8 de março de 1979, mais de 100 mil mulheres se reuniram nas ruas de Teerã para protestar contra a nova lei.

A informação é do Daily Wire