Mulheres marcham na Alemanha contra a imigração em massa



Mulheres da Europa marcharam em Berlim para protestar contra a violência dos imigrantes e os casamentos infantis. A organizadora da marcha na capital da Alemanha, foi a ativista dos direitos das mulheres e membro do partido AfD, Leyla Bilge. O lema da manifestação foi: "É o suficiente!"

Uma das razões do protesto é a ameaça que as mulheres alemãs sofrem por conta da migração em massa e descontrolada. Elas ainda afirmam que as mulheres perderam a autodeterminação pela "islamização imposta pelo governo da nossa pátria".

No protesto, o grupo exige "proteção imediata da fronteira da Alemanha e a deportação de todos os imigrantes ilegais". Segundo elas, "a Alemanha não é um laboratório experimental para experiências medievais".

Em um site ligado ao partido conservador AFD diz: "Nós damos uma voz a nossas mulheres. Nós iremos às ruas pelas nossas mulheres e meninas! Uma coisa foi claramente demonstrada nos últimos meses: não há espaço para direitos e proteção das mulheres na agenda da chanceler Merkel. Todos os dias ouvimos mensagens de colegas estuprados, feridos ou assassinados ".

Leyla Bilge, organizadora curda da marcha, tem feito campanha contra o abuso sexual de mulheres e crianças desde 2010 como ativista de direitos humanos. Desde 2014, ela viajou para áreas de crise na Síria e no Iraque para dar voz a mulheres e crianças locais. Ela apóia um projeto escolar em Gana e desafiou os casamentos infantis e a circuncisão forçada das meninas.

A informação é da Voice of Europe
Mulheres marcham na Alemanha contra a imigração em massa Mulheres marcham na Alemanha contra a imigração em massa Reviewed by Unknown on 14:53:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

Tecnologia do Blogger.