Na Argentina, homem é acusado de "mudar de sexo" para se aposentar mais cedo

15:06:00 0 ''

 | Reprodução/Jornal Informate Salta

Um funcionário da Receita Federal da Argentina chamado Sergio Lazarovich foi acusado de mudar de sexo em sua identidade para se aposentar mais cedo. A "transição sexual" faria o homem se chamar Sergia.

Ele tem 59 anos e no país, mulheres podem se aposentar aos 60 anos, enquanto os homens aos 65 anos.

Na Argentina, a Lei de Identidade de Gênero permite que, desde 2012, qualquer cidadão civil capaz possa solicitar a sua mudança de gênero.

Os colegas de trabalho de Lazarovich ficaram surpresos, porque segundo eles, o homem sempre  fez piadas com gays e transexuais.

Sergio Lazarovich no entanto nega.

A informação é da Gazeta do Povo