"Acreditamos que nossa sociedade é que é vítima dos criminosos", diz Amoêdo

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo

Em um post em uma rede social, o pré-candidato à presidência do NOVO falou sobre a questão da violência e propôs algumas soluções.

"Muitos dizem que os criminosos são vítimas da sociedade. Nós acreditamos que nossa sociedade é que é vítima dos criminosos. Em um país com cerca de 60 mil homicídios por ano, a pauta da segurança torna-se uma das mais preocupantes do debate público nacional.

As pesquisas científicas comprovam: para combater a violência, o crime não pode compensar. Os benefícios da atividade criminosa não podem superar seus custos. Em uma pesquisa em presídios brasileiros, 63% dos presos admitiram que o benefício econômico do crime havia superado o seu custo e risco. Ou seja, segundo os próprios presos, o crime é percebido como lucrativo e vantajoso.

Por um lado, é necessário reduzir as vantagens do crime aumentando as oportunidades de uma vida lícita e produtiva. Mais empregos, com melhor remuneração e mais fácil acesso ao mercado de trabalho são importantes, assim como apoio de três travas morais: família, religião e escola. O estado deve aproximar a pena real e concreta da pena teórica, prevista em lei. Para isso, é necessário um aparato de repressão criminal capaz de investigar e aplicar penas.

Atualmente, nosso sistema criminal resolve uma pequena fração dos crimes e depois aplica apenas uma fração das sanções. Precisamos aumentar o grau de certeza da punição. Quanto menor a possibilidade de punição real de um delinquente, menor é a aversão ao crime.

Nos últimos meses viemos estudando a fundo este tema tão importante e começaremos a apresentar nossas visões para um Brasil seguro. Acompanhe para saber mais.".

Veja o post original aqui
"Acreditamos que nossa sociedade é que é vítima dos criminosos", diz Amoêdo "Acreditamos que nossa sociedade é que é vítima dos criminosos", diz Amoêdo Reviewed by Unknown on 12:44:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

Tecnologia do Blogger.