Amoêdo defende a existência de 10 ministérios

Resultado de imagem para joao amoedo

Em entrevista à Tv Folha, o pré-candidato à presidência João Amoêdo sobre o seu plano de governo.

Sobre as estatais, ele falou que "Somos a favor da privatização total. Petrobras, Caixa, Banco do Brasil. Se por acaso as pesquisas disserem que não é isso o que a grande maioria quer, nós vamos explicar. Porque achamos que isso é bom para o eleitor. E não mudar a pauta porque essa não é a que faz sucesso. Queremos trabalhar com a máquina pública bem enxuta, com a ideia de dez ministérios, e reduzir bastante a quantidade de secretarias para que o estado foque nas áreas essenciais".

Em relação aos programas sociais ele afirmou que "Gosto do Bolsa Família porque o volume de recursos utilizado para o total de benefícios é pequeno. Vale a pena por isso. E o governo dá o dinheiro para as pessoas". Ele ainda defendeu que "Temos de trabalhar para tirar as pessoas desse processo, para que não necessitem mais de auxílio. E comemorar a quantidade de pessoas que saem do programa, não a das que entram".

O pré-candidato do Novo também falou sobre salário mínimo: "A valorização do salário mínimo não deve ser por caneta, mas por uma política de aumento da produtividade. Senão, fica insustentável e cria rombos como os atuais nas contas públicas. A valorização tem de ser por meio da qualificação das pessoas, por meio de capacitação e educação. O aumento do salário acabará sendo consequência disso".

Sobre o desenvolvimento do norte e nordeste ele afirmou que "É o estado e o seu peso que está impedindo que essas regiões consigam produzir e crescer. Quando olhamos qualquer lugar do mundo e analisamos a relação entre maior liberdade econômica e maior renda per capita, vemos que ela é direta".

A entrevista pode ser vista no site da Folha de São Paulo
Amoêdo defende a existência de 10 ministérios Amoêdo defende a existência de 10 ministérios Reviewed by Unknown on 15:13:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

Tecnologia do Blogger.