Procedimento pode reverter o efeito de pílulas abortivas

Bebê recém-nascido e mãe (Shutterstock / KieferPix)

Mulheres que usam pílulas abortivas agora poderão reverter o processo caso se arrependam.

Um estudo realizado entre os dias 24 de junho de 2012 e 21 de junho, 2016, mostrou  grandes doses de progesterona podem efetivamente inverter os efeitos da mifepristona, que é o ingrediente ativo na maior parte dos abortivos orais. Os médicos disseram que em centenas de casos em que uma gestante tomou altas doses de progesterona logo após tomar uma pílula abortiva, o tratamento reverteu os efeitos dos produtos químicos destinados a matar o bebê e os salvou 64% e 68%.

As mulheres que mudarem de ideia depois de iniciar um aborto médico agora têm uma segunda chance de escolha", disse George Delgado, o autor do estudo. "O uso da progesterona para reverter os efeitos da mifepristona é eficaz e não aumenta os riscos de defeitos congênitos"

A mifepristona bloqueia os receptores de progesterona no útero, realizando assim problemas ao bebê. As mulheres que tomaram o misoprostol para matar o bebê junto com o mifepristone têm uma taxa de 93% a 98% de sucesso em matar a criança.

A informação é do Daily Caller
Procedimento pode reverter o efeito de pílulas abortivas Procedimento pode reverter o efeito de pílulas abortivas Reviewed by Unknown on 15:31:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

Tecnologia do Blogger.