Caneta Desesquerdizadora contesta suposto machismo contra Manuela d'Avila

15:28:00 0 ''

Nenhum texto alternativo automático disponível.

O site Caneta Desesquerdizadora contestou o número que a pré-candidata à presidência Manuela d'Avila tenha sido interrompida 62 vezes. De acordo com a checagem, o número foi de 40 vezes (35% a menos), sendo que, em 1/3 delas, foi interrompida por mulheres, que representavam 1/3 da bancada de entrevistadores. A checagem apontou ainda que a própria Manuela interrompeu 20 vezes os entrevistadores. “O problema de Manuela no Roda Viva não foi machismo, mas ela fugir de perguntas ou errar ao respondê-las”, conclui o site.