México perto de eleger presidente que se inspira em Lula


Por Fellipe Luiz Villas Bôas

As últimas pesquisas divulgadas no México colocam Andrés Manuel López Obrador prestes a se tornar o próximo presidente do país. A média de votação o deixa perto de 49% dos votos no próximo domingo, enquanto seus rivais estão bem distantes: Ricardo Anaya ficaria em torno de 27%, e o candidato do PRI, José Antonio Meade, em 21%.

Quem é Obrador?

Seus primeiros passos na política vieram da mão do PRI, até que em 1988 ele se juntou ao grupo de dissidentes liderados por Cuauhtémoc Cárdenas para fundar o PRD. Ele presidiu a organização de 1996 a 1999, obtendo importantes realizações eleitorais e uma grande presença nacional. Em 2000, depois de deixar a presidência do partido, mas ainda um dos líderes destacados, ele conquistou a prefeitura do Distrito Federal, que serviu de ponto de partida para suas aspirações presidenciais.

Em 2006 chegou perto da vitória contra Felipe Calderón, ocasião na qual perdeu por uma margem de meio ponto percentual. Em 2012 voltou a se candidatar, representando uma coligação do PRD, do Partido Trabalhista e do Movimento dos Cidadãos. Terminou em segundo lugar com 31,59% dos votos. Deixou o PRD em 2012 e em 2014 fundou o Movimento Nacional de Regeneração (MORENA), liderando esse partido até os dias de hoje.

Como ele afirmou em uma ocasião, gostaria de ser um Lula da Silva para os mexicanos e garante que se vencesse as eleições presidenciais de 2006 "o exemplo não seria o Brasil e Lula, o exemplo seria o México". O candidato da esquerda mexicana propõe em seu programa acabar com os privilégios fiscais, com a pobreza, com a corrupção e com as desigualdades sociais.

López Obrador tem uma vantagem de 22 pontos, o que faz dele um favorito. Sua vantagem foi reduzida ligeiramente na última semana, mas permanece ampla. De acordo com o modelo eleitoral de EL PAÍS, o líder de Morena tem 97% de chance de ser eleito presidente. Ricardo Anaya teria 2% e José Antonio Meade menos de 1%.

É possível que Obrador seja derrotado?


Existem duas possibilidades para Obrador sair derrotado, mas nenhuma é provável. A primeira opção é que haja algum fenômeno de notícias que cause uma reviravolta eleitoral. No entanto, faltando apenas quatro dias para a votação, e após uma longa e exaustiva campanha, a margem para uma surpresa já é pequena. A outra opção com a qual Ricardo Anaya ou José Antonio Meade podem sonhar é que as pesquisas cometem um grande erro.

É possível que as pesquisas estejam erradas, mas em 20 pontos seria bem raro. No México não houve desvios como esse recentemente. Desde 2006, o erro da pesquisa nunca foi além de três ou quatro pontos em uma eleição presidencial ou legislativa. Só em 2000 houve um erro que tocou os dois números. Naquele ano, Francisco Labastida foi cerca de 46% dos votos nas pesquisas, mas acabou obtendo apenas 36% - quase 10 pontos a menos - e perdendo a eleição contra Vicente Fox.

Fontes:

- El Mundo
- El Pais
México perto de eleger presidente que se inspira em Lula México perto de eleger presidente que se inspira em Lula Reviewed by O Congressista on 23:04:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

Tecnologia do Blogger.