A medalha do fracasso


Por Anderson Rodrigues
Do blog Jovem Conservador

Que vivemos tempos sombrios não é novidade, basta acessarmos nossas redes sociais, frequentar uma rodinha de conversas da faculdade ou mesmo de amigos próximos para conseguirmos compreender que a indignação com coisas frequentemente vistas como absurdas se tornaram, hoje, coisas absurdamente normais.

Entretanto, o contrário da relação colocada anteriormente também é válida e ficou evidente na última semana quando o candidato João Amoedo divulgou sua fortuna ao público. Tratam-se de R$ 425 milhões comprovadamente adquiridos de maneira totalmente legal. Porém, Tom Jobim, em sua frase épica, sempre soube que no Brasil o sucesso é uma forma de ofensa pessoal.

Quando pequeno, participando de competições escolares de diversos esportes, tudo que eu e meus colegas mais queríamos era vencer. As semanas dos jogos eram de tirar o sono, passávamos o mês todo falando e discutindo sobre como faríamos para nos tornar campeões daqueles campeonatos. Porém, muitas vezes, não conseguíamos alcançar esses objetivos e a tristeza era gigantesca.

Com derrotas, assim como nos esportes, aprendi que são elas que fazem toda diferença em nossa forma de agir e de encarar os medos e os desafios. Mas, jamais, em circunstância alguma se pode premiar uma derrota. Saber e entender que derrotas fazem parte da vida é totalmente diferente de parabenizar e motivar novas derrotas.

Hoje, crianças recebem medalhas e troféus de participação, sem vencer absolutamente nada. São premiadas pelo fracasso e encaram isso como uma motivação, fazem da vitória um mero resultado acidental. Premiar a derrota torna pessoas acomodadas, torna crianças acostumas com o fracasso durante uma vida toda e que nunca terão a coragem e a capacidade de dar um passo além.

A meritocracia deve ser premiada e apenas os gigantes serão lembrados. Portanto, quer ganhar um prêmio? Uma medalha? Um troféu? Vença alguma coisa, seja um campeão!
A medalha do fracasso A medalha do fracasso Reviewed by O Congressista on 22:18:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

Tecnologia do Blogger.