Bolsonaro saiu mais vivo do que nunca


Por Juarez Muniz

Bolsonaro fala besteiras? Sim, claro que fala.

Mas quero destacar 3 pontos dessa entrevista que fizeram ele, novamente, dominar a sabatina:

1) A "contra-mitada" na Renata: a fala da jornalista foi ótima, equilibrada e poderia ter humilhado o Bolsonaro com o lance de "não lhe devo satisfação do meu salário, pois não vem de recursos públicos; mas o seu sim", porém, na mesma hora, o candidato disparou: Pois é. Mas vocês vivem aqui com grande parte dos recursos da União.

E é uma realidade. Em 12 anos do governo do PT, a Globo recebeu quase 7 bilhões de dinheiro público. E ainda recebe.

2) Sobre a PEC das domésticas:

Quando o canditado disse que a lei precarizou e empurrou as domésticas à condições piores de trabalho, Bonner olhou para ele e disse "não há estudos sobre isso, candidato" sendo que não é verdade.

Há um estudo disponível na biblioteca da FGV, feito pelo economista Pedro Oliveira Monteiro Pires, que mostra empiricamente isso.

3) A postura combativa de Bolsonaro frente a maior formadora de opinião do Brasil:

Como já havia falado, desde a redemocratização não existiu nenhum político com culhões o suficiente para dizer que é de Direita - e fato novo, peitar a Globo.

Bolsonaro encontra forças num cenário caótico perpetrado pela própria esquerda e mídia(Globo). Por isso que ele deita e rola.

O seu caráter quase incólume é o seu Velo de Ouro.

Sempre que criticado, ele sairá mais forte.

E nessa ele saiu mais vivo.
Bolsonaro saiu mais vivo do que nunca Bolsonaro saiu mais vivo do que nunca Reviewed by O Congressista on 00:33:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

Tecnologia do Blogger.