Haddad foi o pior prefeito do Brasil. Imagina como presidente...


Por Wilson Oliveira

Como prefeito de São Paulo, Fernando Haddad foi uma verdadeira tragédia, campeão de reprovação, de incompetência e de problemas como gestor.

"Sem tirar mais da metade das promessas do papel e com uma gestão baseada no marketing da enganação e em medidas estapafúrdias, Fernando Haddad é desaprovado por mais de 70% dos paulistanos".

Haddad colocou a prefeitura de São Paulo como parceira do grupo criminoso e invasor de propriedade MTST. Isso foi objeto de ação na Justiça, da 5º Promotoria de Habitação e Urbanismo, chefiada por Maurício Antônio Ribeiro Lopes.

Era óbvio que uma aproximação com Guilherme Boulos não daria em boa coisa. E realmente não deu. A prefeitura paulistana foi alvo de uma auditoria da Controladoria-Geral do Município que apontou desvios do programa "Minha Casa Minha Vida".

"MP investiga privilégio de Haddad a sem-teto. Prefeitura anunciou que entregaria 11.000 unidades habitacionais para movimentos sem-teto por meio do "Minha Casa, Minha Vida".

"Militância vira critério para receber moradia. Onze das 12 entidades com projetos aprovados pelo Ministério das Cidades são dirigidas por filiados ao PT; quem marca presença em protestos e até ocupações ganha prioridade na fila da casa própria em São Paulo".

Como prefeito, Fernando Haddad também lançou mão de abusivos aumentos de impostos, como a alta de 30% do IPTU. "'Pago IPTU pra ter isso?', diz comerciante paulistano".

A gestão de Fernando Haddad não teve apenas escândalos, mas também a partidarização da administração, chegando ao cúmulo de bandeiras do PT serem penduradas na sede da prefeitura, além de material de campanha de Dilma Rousseff na eleição de 2014.

E ainda teve esse absurdo: "Haddad nomeia amigos de seu filho para cargos de confiança".

E a notícia mais recente de todas:

"Ministério Público denuncia Haddad por corrupção e lavagem de dinheiro em suposto pagamento de dívida de campanha".

O que não falta é informação sobre o quão maléfico seria o Brasil sendo presidido por Fernando Haddad. Quem tem acesso a isso tudo só é enganado pela turma do PT se realmente quiser fazer papel de trouxa.


*Wilson Oliveira é defensor do retorno da monarquia parlamentar no Brasil. É conservador monarquista, com influências da tradição anglo-saxã do liberalismo clássico, do minarquismo, da Escola Austríaca e da Escola de Chicago. Reside no Rio de Janeiro, é jornalista e editor-chefe de O Congressista.
Haddad foi o pior prefeito do Brasil. Imagina como presidente... Haddad foi o pior prefeito do Brasil. Imagina como presidente... Reviewed by Wilson Oliveira on 00:59:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

Tecnologia do Blogger.