Em carta para ONU, líderes judeus pedem apoio ao povo semita expulso de países árabes


Por Ariel Kahana
Original: Israel Hayom
Tradução: Fellipe Villas Boas

Setenta anos depois do êxodo e da expulsão de cerca de 850 mil judeus dos estados árabes e do Irã, os líderes das comunidades de judeus de países árabes estão exigindo que as Nações Unidas reconheçam oficialmente o sofrimento que foram forçados a suportar.

Em uma carta ao Secretário Geral da ONU, Antonio Guterres, líderes comunitários, entre eles o Dr. Shimon Ohayon, diretor do Centro Dahan da Universidade Bar-Ilan e presidente da Aliança dos Imigrantes Marroquinos escreveram:

"Enquanto a ONU organiza eventos para marcar a saída de 450.000 Palestinos de Israel sobre o estabelecimento do estado, após uma guerra imposta a Israel, não vemos o reconhecimento da expulsão de judeus de países árabes".

Eles disseram:

"Acreditamos que a ONU luta por justiça para todos os refugiados em todo o mundo, incluindo refugiados judeus que foram expulsos das terras árabes. Por isso, procuramos estabelecer um dia memorial para a expulsão dos judeus das terras árabes".

A Universidade Bari-Ilan, na terça-feira, deve sediar um simpósio sobre o ocorrido para educar os membros da geração mais jovem sobre o assunto.
Em carta para ONU, líderes judeus pedem apoio ao povo semita expulso de países árabes Em carta para ONU, líderes judeus pedem apoio ao povo semita expulso de países árabes Reviewed by Villas Boas on 23:56:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

Tecnologia do Blogger.