Escola Sem Partido não é suficiente para acabar com doutrinação


Por Renato Amoedo

Foi exatamente o que disse ao Nagib anos atrás:

1) se revisitasse a História do Direito, para ver que mais leis não resolvem em um Estado de Exceção, lembraria que: corruptissima re publica plurimae legis;

2) se ele realmente conhecesse Direito positivo (ou discordasse que estamos em Estado de Exceção) que conseguisse meia dúzia de prisões e demissões com a lei atual - pelos abusos de autoridade, crimes contra a honra e prevaricação dos pseudo professores - antes de propor qualquer lei;

3) Sem fazer a lei atual ser cumprida - tirando criminosos de posições de financiamento e poder - demitindo e metendo na cadeia pseudo professores criminosos qualquer iniciativa será contra producente.

Espero que isso encerre a oligofrênica ideia de Escola Sem Partido: a iniciativa é colaboração com esquerda - por causar framing em derrota e dessesibilização em vitória - sem provocar qualquer perda aos esquerdopatas (que controlam, inclusive, eventuais PADs para controlar obediência as leis).

Quer melhorar a educação e acredita que vivemos em Estado de Direito? Denuncie, pressione MP/defensoria e banque advogado para processar criminosos e vote em legisladores que já conseguiram demissões e prisões de criminosos comunistas.

Quer melhorar a educação e já entendeu que não há mais lei? Desenvista totalmente do legacy system e invista em sua auto educação, ou como prefere Peterson "arrume seu quarto primeiro".

Ninguém tem mais capacidade nem interesse na educação de crianças que os seus pais e ninguém tem mais interesse em transforma-las em seres dependentes e submissos que os políticos - estatizar a instrução formal é separa-la da educação real.

A essa altura, as únicas perspectivas de melhora na instrução estatal são a denazificação ou seu fim - com a Educação sem Estado.

Se houver norma que exija abordar diferentes opiniões sobre qualquer tema será um PRATO FEITO para os esquerdopatas botarem para fora qualquer dissidente! já eliminam com ASSASSINATOS DE REPUTAÇÃO baseados em mentiras, imagina com uma exigência subjetiva como essa? é inacreditável como uma proposta tão medíocre tenha obtido tantos apoios. É realmente uma grande motivação para comprar bitcoin.
Escola Sem Partido não é suficiente para acabar com doutrinação Escola Sem Partido não é suficiente para acabar com doutrinação Reviewed by O Congressista on 22:14:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

Tecnologia do Blogger.