Netanyahu diz ter informações secretas ao explicar cessar-fogo com Hamas


Por Gadi Golan e Yori Yalon
Original: Israel Hayom
Tradução: Fellipe Villas Boas e Wilson Oliveira

"Às vezes, ser um líder significa enfrentar as críticas quando você possui informações secretas e sensíveis", disse o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu na quarta-feira, em meio à agitação política após o ministro da Defesa, Avigdor Lieberman, entregar seu cargo.

Netanyahu estava falando em uma cerimônia oficial do estado comemorando o 45º aniversário da morte do David Ben-Gurion, o primeiro a exercer o cargo de primeiro-ministro de Israel.

Em meio a críticas contra seu governo por concordar com um cessar-fogo com o Hamas depois que comunidades no sul de Israel foram atingidas por foguetes e granadas do Hamas, Netanyahu observou: "Eu ouço as vozes de cidadãos israelenses e moradores das comunidades da área de Gaza, querida para mim, e suas palavras tocam meu coração".

A cerimônia foi realizada no Kibbutz Sde Boker, casa de Ben-Gurion e local de sepultamento. Estiveram presentes o Presidente Reuven Rivlin, o Chefe do Estado-Maior do IDF, o Tenente-general Gadi Eizenkot e outros generais, bem como o Comissário de Polícia demissionário, Roni Alsheikh.

"Eu ouço o que está sendo dito", continuou o primeiro-ministro, "e não posso compartilhar [a informação] com o público. Gostaria de poder contar aos cidadãos tudo o que sei".

Ele acrescentou: "Liderança significa não fazer o que é fácil, mas sim fazer o que é certo e o que deve ser feito, mesmo que seja difícil. Quando se trata da segurança de Israel, há mais do que aparenta. Nossos inimigos imploraram por um cessar-fogo e eles sabem por quê, não posso detalhar nossos planos para o futuro, vamos determinar o que é certo para a segurança de Israel e seus cidadãos."

Netanyahu evocou Ben-Gurion, dizendo que o debutante como primeiro-ministro do estado judeu também tomou decisões impopulares, ainda que necessárias, para a sobrevivência do Estado.

"Em tempos críticos, Ben-Gurion tomou decisões fatídicas, às vezes contrariando a ampla opinião pública. Com o tempo, essas decisões se mostraram corretas", disse ele.

"Em tempos de calma, um líder precisa estar atento aos sentimentos do público. Temos um público inteligente aqui. Mas em tempos de crise, ao tomar decisões críticas de segurança, o público muitas vezes não pode se envolver nas considerações decisivas, eles devem ser escondidos do inimigo a todo custo ", acrescentou Netanyahu.

Rivlin também falou no evento, dizendo: "Eu viajei [para o sul de Israel] para ver com meus próprios olhos os soldados e moradores das comunidades israelenses fora de Gaza. Eu não lhes darei forças, porque eles já são tão fortes quanto podem."

O presidente também lembrou uma recente reunião com parentes do tenente-coronel M, o oficial sênior da IDF que morreu heroicamente quando sua equipe de comando foi inesperadamente detectada durante uma operação clandestina em Gaza, no domingo.

"Sua fé no Estado de Israel, sua afinidade e devoção precisa servir como uma bússola e modelo para todos nós", disse ele.
Netanyahu diz ter informações secretas ao explicar cessar-fogo com Hamas Netanyahu diz ter informações secretas ao explicar cessar-fogo com Hamas Reviewed by O Congressista on 19:39:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

Tecnologia do Blogger.