Colunista do UOL se desespera após jornal americano elogiar Bolsonaro


Por Wilson Oliveira

O blogueiro Daniel Buarque, do Blog do Brasiliano, no UOL, escreveu um artigo demonstrando todo o seu desespero após o jornal americano Wall Street Journal fazer um texto para elogiar a política econômica do Governo Bolsonaro. A jornalista americana Mary Anastasia O'Grady escreveu que Bolsonaro está mantendo a inflação sob controle, os juros baixos, aliviando a avaliação de risco no crédito do país, mantendo a bolsa de valores em alta e projetando novos cenários para o BNDES, o que oferece um cenário altamente positivo para o crescimento do Brasil.

Buarque parece ter ficado transtornado por ver um veículo da grande mídia internacional reconhecendo o óbvio, ou seja, que os anos de PT foram uma tragédia para o país em todos os sentidos, principalmente na economia, e que está cabendo aos comandados de Bolsonaro a recuperação tão esperada pelos brasileiros. O blogueiro do UOL disse que a colunista do Wall Street Journal está indo "na contramão da avaliação internacional crítica a Jair Bolsonaro e a seu discurso na ONU".

Para desespero total não apenas de Daniel Buarque, mas dos jornalistas brasileiros de esquerda em geral, Mary O'Grady foi além dos elogios econômicos e se derramou em palavras positivas sobre o discurso de Bolsonaro nas Nações Unidas. A colunista americana afirmou no seu texto que "Bolsonaro se recusa a se curvar aos deuses verdes e à polícia do pensamento internacional e, por isso, é condenado. No entanto, algo novo e importante está acontecendo no Brasil, mesmo que os ideólogos da ONU estejam muito envolvidos em clichês ambientais e políticas de interesses especiais para reconhecê-lo".

Ao citar que o Wall Street Journal elegeu Bolsonaro como o maior vencedor do mundo em 2018, Daniel Buarque repetiu que o jornal americano destoa de quase toda a imprensa internacional, que adotam um tom de massacre diário dizendo que o presidente brasileiro é uma "ameaça à democracia", ignorando completamente que Lula e Dilma usavam o dinheiro público do Brasil para financiar ditaduras pelo mundo, e que Bolsonaro cortou essa torneira.

Ao longo do texto, o blogueiro do UOL disse que outros jornais internacionais sobre economia, como The Economist e Financial Times, se preocupam com democracia, enquanto WSJ tem simpatia por políticos "autoritários". E novamente Daniel Buarque, apesar de acusar Bolsonaro de autoritário, não deu exemplo do motivo para chamá-lo desse jeito e também novamente não dedicou nenhuma linha para falar que os ex-presidentes do PT, sendo um deles preso pelo maior escândalo de corrupção da história, financiavam ditaduras ao redor do mundo.

É curioso como os jornalistas da grande mídia gostam de dizer que comunismo não existe e chamam Olavo de Carvalho de maluco quando ele aborda esse assunto. Mas ao mesmo tempo, são justamente esses mesmos jornalistas da grande mídia que aplicam com mais força as teses e as estratégias comunistas na sua publicação, inclusive escondendo fatos de acordo com a própria conveniência e disparando acusação aos outros apenas para fortalecer uma narrativa à esquerda.

Estamos nos esforçando para mostrar as coisas boas que os conservadores estão fazendo pelo Brasil. Se você nos ajudar, poderemos publicar mais artigos como esse. Visite o nosso Apoia.se!
Colunista do UOL se desespera após jornal americano elogiar Bolsonaro Colunista do UOL se desespera após jornal americano elogiar Bolsonaro Reviewed by Wilson Oliveira on 22:43:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

Tecnologia do Blogger.