Jornalistas se desanimam após MP esclarecer que porteiro mentiu em depoimento


Por Wilson Oliveira

Uma fonte com trânsito na redação de um tradicional veículo da grande mídia brasileira relatou a O Congressista que os jornalistas desse veículo ficaram completamente desanimados após três procuradoras do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro revelarem em entrevista coletiva que o depoimento do porteiro é completamente contraditório por apresentar informações falsas envolvendo o nome do presidente Jair Bolsonaro no processo sobre a morte de Marielle Franco.

Na última terça-feira, uma reportagem foi ao ar no Jornal Nacional, da TV Globo, informando que o porteiro do condomínio Vivendas da Barra afirmou em depoimento que um dos suspeitos pela morte da vereadora Marielle Franco esteve no condomínio para ir à casa de Jair Bolsonaro, e que uma voz parecida com a do presidente teria autorizado a entrada do elemento, mesmo o então deputado federal estando em Brasília no dia e no horário citado.

De acordo com a fonte ouvida por O Congressista, a notícia foi motivo de festa na redação desse veículo, com alguns jornalistas acreditando que mesmo que não fosse o caso do presidente Jair Bolsonaro ser retirado do cargo, ao menos a "bomba" o enfraqueceria consideravelmente. No entanto, o esclarecimento do MP-RJ logo no dia seguinte, tirando qualquer suspeita de cima do presidente, caiu como uma ducha de água fria para esses jornalistas.

A fonte confirmou para O Congressista que alguns jornalistas chegaram a ficar bastante irritados, dizendo que sabiam que o MP iria se posicionar, mas que não esperavam que isso fosse acontecer tão rapidamente. Outros jornalistas, ainda mais impulsionados por opiniões pessoais, chegaram a comentar que hoje em dia o Ministério Público "não é mais confiável por estar nas mãos de Bolsonaro".

A fonte revelou achar muito estranho que esses jornalistas saibam que Jair Bolsonaro não tem envolvimento nenhum com a morte de Marielle Franco, mas que fiquem irritado que isso seja esclarecido.


A impressão que eu tenho é que eles não querem descobrir quem matou Marielle, mas sim empurrar Bolsonaro para esse caso, mesmo que seja através de depoimentos com informações falsas
Disse a fonte, que solicitou que sua identidade fosse mantida em sigilo para evitar problemas profissionais.

Estamos nos esforçando para mostrar as coisas boas que os conservadores estão fazendo pelo Brasil. Se você nos ajudar, poderemos publicar mais artigos como esse. Visite o nosso Apoia.se!
Jornalistas se desanimam após MP esclarecer que porteiro mentiu em depoimento Jornalistas se desanimam após MP esclarecer que porteiro mentiu em depoimento Reviewed by Wilson Oliveira on 11:33:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários ofensivos e anônimos serão apagados. Daremos espaço à livre manifestação para qualquer pessoa desde que não falte com o respeito aos que pensam diferente.

Tecnologia do Blogger.