Aliados de Bolsonaro voltarão com campanha de assinaturas do Aliança pelo Brasil

00:10:00 0 ''


A base governista do presidente Jair Bolsonaro retornará com a campanha de coletas de assinatura para o registro do Aliança pelo Brasil.

Até o momento, o partido, que será o primeiro conservador desde o fim do Regime Militar, tem 15 mil assinaturas validadas, com uma concentração de apoio nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina - ambos somados correspondem a 30% do total.

A previsão é que o partido obtenha seu registro no Tribunal Superior Eleitoral até o final deste ano. Muitos apoiadores do Aliança manifestaram o desejo de votarem na legenda nas eleições municipais deste ano.

Um dos responsáveis pela formação do Aliança pelo Brasil, o deputado federal Eduardo Bolsonaro tem explicado essa questão nas lives organizadas pelos colaboradores da legenda.

Eduardo tem esclarecido que não houve uma pressa para esse registro justamente para se evitar o erro cometido no PSL, onde vários candidatos, que depois pode-se perceber que não eram conservadores, disputaram o pleito de 2018 nas costas de Jair Bolsonaro.

Recentemente, o perfil Conservador Irritado chegou a fazer uma crítica no Twitter, afirmando que os deputados federais que irão se filiar ao Aliança pelo Brasil tão logo o partido seja registrado deveriam falar sobre a legenda todos os dias nas redes sociais.



Centralismo democrático: o controle esquerdista da democracia [confira o vídeo abaixo]



Ajude O Congressista a crescer. Jornalismo sério custa dinheiro. Faça-nos uma doação através do nosso Apoia.se!