Jornalista da Globo joga toalha: ''Esquerda não tem chance em 2022''


Por Raul Prudens e Lucas Fraternais

O jornalista da Globo, da Globo News e da CBN, Merval Pereira, afirmou que a esquerda não tem chance nas eleições presidenciais de 2022. Merval disse em seu comentário na emissora de rádio que o presidente Jair Bolsonaro desmontou a coalizão que estava sendo formada entre esquerda e centro para enfrentá-lo.

"A esquerda comete um engano monumental, ao pensar que, com o centro-direita se esfacelando, será a grande solução para derrotar Bolsonaro. Se não houver uma candidatura de centro-esquerda ou direita palatável para derrotar Bolsonaro, ele ganha de novo".

Merval Pereira afirmou, categoricamente, que não há nem discussão que Bolsonaro vence qualquer candidato esquerdista, inclusive Lula, que é o maior sonho do PT.

"Esquerda x Bolsonaro, ganha Bolsonaro, não tem discussão. É o sonho de Bolsonaro, e o sonho maior é que o candidato seja Lula. E aí teremos um 2018 novamente".

O jornalista também mencionou que o DEM está se alinhando ao bolsonarismo. O partido, presidido pelo prefeito de Salvador ACM Neto, foi o maior símbolo da eleição para presidente da Câmara. A sigla permaneceu no bloco de Baleia Rossi (MDB) enquanto Rodrigo Maia conduzia as articulações, mas passou para a neutralidade, com maioria a favor de Arthur Lira, quando demistas apoiadores de Bolsonaro entraram em ação. 

"Mesmo que ACM Neto diga que o DEM não vai nomear ministro, o partido está se encaminhando para apoiar Bolsonaro".

MERVAL TAMBÉM VÊ DIFICULDADE PARA DORIA

Merval Pereira também opinou que a situação complicada para enfrentar Jair Bolsonaro inclui o governador de São Paulo João Doria. O PSDB foi outro partido a caminhar para a neutralidade na reta final da disputa na Câmara, com uma ala dos tucanos defendendo que o apoio a Baleia Rossi permanecia, mas outra ala dizendo que o partido havia deixado o bloco. 

"No PSDB, Doria também vai ter dificuldade para conseguir a legenda. Vai ser difícil, uma reconstrução da oposição".

Segundo informações obtidas por O Congressista, o deputado federal Aécio Neves trabalha nos bastidores do PSDB para enfraquecer João Doria. Aécio quer recuperar o comando nacional do partido, perdido justamente para o governador de São Paulo na última eleição da sigla, que foi bastante tumultuada, culminando com uma debandada dos antigos caciques paulistas tucanos para o PSD de Gilberto Kassab.

------------------------------------------- 



Quatro conservadores aceitaram o convite de O Congressista e se disponibilizaram a realizar debates por escrito de todos os temas que forem propostos. No entanto, eles pediram para utilizar nomes fictícios para não serem reconhecidos e não sofrerem represálias em seus locais de trabalho, pois os quatro trabalham em ambientes dominados pela esquerda. 

Siga os participantes do Resenha Política, através dos seus codinomes, no Twitter: