Kim Paim afirma que direita não vai ganhar nada na força


Por Raul Prudens
 
O youtuber conservador Kim Paim aproveitou o episódio envolvendo o deputado bolsonarista Daniel Silveira para transmitir várias mensagens para os seus seguidores. Seu canal no YouTube tem um público praticamente todo conservador. O principal recado passado por Kim nesses últimos dias é que a direita não vai alcançar seus objetivos na base da força. 

"Gente, não é assim que se resolve as coisas no Brasil. No fórceps, a gente não vai vencer. Uma das primeiras vitórias que a gente teve agora foi quando Bolsonaro parou com o centrão e conversou. As coisas começaram a avançar. Era a CCJ, as comissões, as reformas andando", disse Kim Paim.

Embora concorde que o STF mereça críticas, o youtuber afirmou que não é preciso xingar para criticar e falar como são as coisas.  

"Eu falei várias vezes: meus amigos, sejam serenos. Vocês querem criticar o STF? Critique numa boa. Você não precisa xingar uma pessoa pra criticá-la. Xingar nunca é a resolução. A gente não pode baixar (o nível)".

Em um de seus vídeos nesta última semana, após a prisão de Daniel Silveira, Kim Paim mostrou uma matéria que trazia uma foto com apoiadores do deputado bolsonarista agredindo um cidadão esquerdistas que segurava uma placa com o nome da vereadora carioca do PSOL, Marielle Franco, assassinada em 2018. O youtuber afirmou que esse tipo de coisa não vai ajudar em nada a direita. 

"Aí eu me deparo com essas matérias: apoiadores de Daniel Silveira agridem homem que segurava placa de Marielle. Putz grila, cara. Isso aqui vai ajudar a gente? Olha essa foto, cara. Qual a narrativa por trás? A que ponto chegou pro cara dar esse mata-leão? Independente de tudo, a mídia pintou e bordou. Isso ajuda em que, pessoal?".

"O cara que ainda não pisou na direita, está com medo de entrar pra direita, vai falar: 'pô, se isso aí é ser bolsonarista, não sou não'. Não dá pra ser assim, gente. Não dá pra aceitar isso daí e falar que isso aí é normal".  

Kim Paim também comentou sobre alguns pedidos de direitistas para que o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP) prenda o ministro do STF Alexandre de Moraes. Kim demonstrou ficar assustado com um pedido que é completamente impossível, já que não cabe ao presidente da Câmara emitir ordem de prisão para ministros do Supremo. 

"Eu vi gente falando que o Lira precisa colocar o Alexandre de Moraes na cadeia. Gente que eu sei que entende o que está acontecendo, gente que não é militante, não é o povo. Perfil grande falando isso. Inflando a mitar, lacrar com mitadas. São umas coisas que me deixam chateado".

Confira outros comentários importantes feitos por Kim Paim em seu canal no YouTube:

Tempo perdido

"Eu tô cansado. A gente começou a dar certo o Brasil e vai (dar certo), (mas olha) aí o tempo que a gente perde de novo. Foi uma derrota o que aconteceu (prisão do Daniel Silveira). A gente estava vindo bem. Olhando de forma fria e objetiva. Fazer um vídeo, daquela forma, valeu a pena? Já imaginou perder a CCJ (a deputada bolsonarista Bia Kicis precisa de votos de outros deputados pra ser eleita presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara)?   

Mundo real

"Ou a gente aceita o mundo real e com base nas informações do mundo real começa a traçar as nossas estratégias, baseadas no mundo real, com os problemas reais que nós temos, ou, se a gente não faz isso, a gente vai perder. Ou a gente entende onde a gente está e vai no passinho, ou a gente vai perder".   

Julgamento justo para Daniel Silveira

"Semana passada, teve a questão do Gilmar Mendes. O Gilmar Mendes falou do Lula, que o Lula merecia um julgamento justo. Uma boa parte da direita foi atacar o Gilmar Mendes. Que foi que eu falei na época? Pessoal, não é porque a gente tem a manopla de tânus que a gente pode utilizar a manopla de tânus. 

Sabe qual era a estratégia boa pra usar com o Gilmar Mendes? Falar: 'pô, Gilmar Mendes, é isso aí, cara, parabéns. Eu pensei que era só a gente da direita que defendia o julgamento justo'. Era pra ter feito o maior estardalhaço, finalmente algum ministro do STF defende o julgamento justo. 

Eu lembro que eu falei isso daí. Então eu acho que estou no direito de pedir um julgamento justo pro Daniel. Agora, e quem falou que o Lula não merece um julgamento justo? E aí? A manopla de tânus quando é usada contra a gente é ruim, né?".

------------------------------------- 


Quatro conservadores aceitaram o convite de
O Congressista e se disponibilizaram a realizar debates por escrito de todos os temas que forem propostos. No entanto, eles pediram para utilizar nomes fictícios para não serem reconhecidos e não sofrerem represálias em seus locais de trabalho, pois os quatro trabalham em ambientes dominados pela esquerda. 

Siga os participantes do Resenha Política, através dos seus codinomes, no Twitter: