Rodrigo Maia se irrita com aproximação entre DEM e Bolsonaro

13:13:00 0 ''


Por Wilson Oliveira

Faltando menos de 24h para deixar a presidência da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia parece estar vivendo um verdadeiro inferno astral. Ele participou de uma reunião do seu partido, o DEM, neste domingo à noite, e ficou bastante irritado com a decisão da cúpula da legenda de abandonar oficialmente o bloco de apoio a Baleia Rossi (MDB).  

Bastante estressado, Rodrigo Maia disse na reunião que irá se desfiliar do DEM e que sua última ação na presidência da Câmara será a abertura de um pedido de impeachment do presidente Jair Bolsonaro. Aliados de Maia, entretanto, revelaram que dessas duas ameaças, a única que realmente deve se concretizar é a saída dele do partido. 

Para piorar ainda mais o momento de Rodrigo Maia, o DEM chegou a marcar com Arthur Lira a realização de um evento para anunciar oficialmente que o partido estava entrando no seu bloco de apoio na eleição da Câmara. No entanto, os demistas desistiram dessa ideia por não quererem aumentar ainda mais o desgaste com Maia.

No entanto, as más notícias para o presidente da Câmara não param por aí. Após o DEM, foi a vez do PSDB anunciar que estava fora do bloco de apoio de Baleia Rossi (MDB). O partido seguiu o mesmo caminho do partido de Maia e anunciou a posição de neutralidade, com a liberação dos deputados para votarem no candidato que quisessem. 

A projeção mais atualizada a que O Congressista teve acesso, indica que metade da bancada tucana votará em Arthur Lira, enquanto a bancada do DEM dará 80% de votos para o candidato apoiado por Jair Bolsonaro. Lira deve vencer a eleição com mais de 310 votos, portanto, conquistando uma vitória maior do que a projetada pela grande mídia.