Exclusivo: Bolsonaro prepara filiação ao PTB de Roberto Jefferson

14:35:00 , 0 ''


Por Redação O Congressista

Em mais uma edição do quadro Resenha Política, onde os colunistas de O Congressista debatem algum assunto selecionado pelo editor-chefe do site Wilson Oliveira, o colunista Lucas Fraternais trouxe a informação exclusiva que o presidente Jair Bolsonaro está preparando sua filiação ao PTB, partido comandado pelo ex-deputado federal Roberto Jefferson, preso autoritariamente pelo STF.
 
"A prisão do Roberto Jefferson aproximou a família Bolsonaro do PTB. Foi o empurrãozinho que faltava. O Eduardo Bolsonaro até já participou de uma reunião do partido nos últimos dias. A informação que eu trago para esse Resenha Política é: o presidente Jair Bolsonaro está preparando a sua filiação ao PTB".

Segundo o colunista de O Congressista, já existe até um debate sobre a data do anúncio.

"Algumas opções sobre o dia do anúncio estão sendo discutidas. Dirigentes do PTB preferem que a notícia saia no dia que Roberto Jefferson for solto. Entre os mais próximos de Bolsonaro, o desejo é que a filiação seja anunciada no dia 8 de setembro, um dia após a manifestação pela liberdade".

Fraternais complementou a sua informação com outra, a respeito do posto de vice na chapa do Bolsonaro.

"Alguns dirigentes do partido, inclusive, estão defendendo que o Roberto Jefferson seja vice na chapa do Bolsonaro em 2022. Eu averiguei agora pouco que a cúpula do PP, que também sonha ou sonhava ocupar esse posto, não vê problema na indicação de Jefferson. Lembro que PP e PTB não possuem uma relação muito boa".

>>>Para que serve o Procurador-Geral da República?

Antônio Fidelium avaliou que será positivo se o presidente Jair Bolsonaro confirmar a escolha pelo PTB.

"É claro que não é o partido dos sonhos da direita brasileira, mas nas atuais circunstâncias, levando-se em conta os últimos acontecimentos, vejo como a melhor opção. Acredito que será positivo se isso for confirmado por Bolsonaro. É melhor do que se filiar ao PP".

Isadora Salutem lembrou que o PTB pode se organizar para promover a invasão da direita no Congresso Nacional.

"Vamos falar o português claro, né. Se o PTB não é o partido ideal para a direita brasileira, por outro lado é o que oferece a maior possibilidade de invasão direitista no Congresso Nacional nas eleições de 2022. No PP, isso jamais seria viável, pois o interesse do PP é eleger parlamentar com característica de centrão".

Antônio Fidelium, no entanto, citou o que pesa contra o partido.

"Não é o ideal para a direita brasileira por ter história e nome entrelaçados com a esquerda, né".

Raul Prudens, colunista especializado em mídia, afirmou que o PTB pode mudar de nome para melhorar sua imagem e se aproximar da direita.

"A história não dá pra apagar, mas o nome pode ser alterado, assim como o estatuto está sendo remodelado. A mudança de nome é algo que Roberto Jefferson resiste com toda as forças, ele gosta de manter uma espécie de tradição e história, mas acredito que ele pode ser convencido".  

Lucas Fraternais opinou que o partido vai melhorar bastante se colocar 'conservador' no nome.

"Se o PTB tirar trabalhismo do nome e colocar conservador, já melhora bastante".

E Prudens concuiu:

"Nem precisa colocar conservador, só de tirar 'trabalhismo' já vai ficar bem melhor".
 
------------------------------------------------- 


Quatro conservadores aceitaram o convite de O Congressista e se disponibilizaram a realizar debates por escrito de todos os temas que forem propostos. No entanto, eles pediram para utilizar nomes fictícios para não serem reconhecidos e não sofrerem represálias em seus locais de trabalho, pois os quatro trabalham em ambientes dominados pela esquerda. 
 
Siga os participantes do Resenha Política, através dos seus codinomes, no Twitter: