Bolsonaro torce para Alckmin aceitar ser vice de Lula

11:09:00 0 ''


Por Wilson Oliveira

Não foi apenas a resolução de todos os entraves com o PL o que deixou o presidente Jair Bolsonaro mais confiante nos últimos dias. Na verdade, o principal motivo foi uma informação que ele recebeu dos seus assessores: Geraldo Alckmin está animado com o convite e deve aceitar ser vice na chapa de Lula ano que vem. 

Jair Bolsonaro não esconde a torcida para que isso aconteça, pois acredita que a saída de Alckmin da disputa pelo Palácio dos Bandeirantes fará com que as chances do ministro Tarcísio Gomes de Freitas se tornar o novo governador de São Paulo disparem. O cálculo do presidente é que seu auxiliar será o herdeiro natural dos votos tucanos no interior do estado. 

Bolsonaro acredita que nem o atual vice-governador, Rodrigo Garcia, nem qualquer outro nome terá condições de substituir Geraldo Alckmin melhor que Tarcisio no imaginário dos eleitores paulista e paulistano que não querem, de jeito nenhum, a extrema-esquerda governando o estado. 

>>> A direita precisa reagir com inteligência a essa perseguição!

Por outro lado, Lula mais uma vez fez um gesto para tentar atrair Alckmin para a sua chapa, afirmando, nesta terça-feira, que espera o tucano definir seu destino partidário para que a composição petista seja fechada. 

A torcida do ex-presidente é para que o ex-governador migre para o PSD, e não para o União Brasil, conforme já informado por O Congressista. No entanto, recentemente surgiu a possibilidade de Geraldo Alckmin se filiar ao PSB, o que deixou Lula e seus aliados ainda mais motivados.

Históricos aliados de Lula e do PT, tanto do mundo político como de centrais sindicais, têm incentivado a realização da dobradinha entre um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores e um dos fundadores do PSDB, o que reforçará ainda mais a proximidade dos dois partidos, ao contrário do que sugeriram suas lideranças em eleições passadas.